Koh Libong Low Tides

(Leia em português)

Koh Libong is one of the few Island in Thailand where fishing remains as one of the main incomes for the community, among rubber trees cultive. Of course tourism is already part of their lives, but way less than other popular Islands. Also tourism just take place over the dry season, since the water is quite dark around the rain season.

Recently I started a film project about this welcoming muslin community, my first contact was with a group of Thai Chefs  who helped me to meet some people around. After our quick group visit, I went back by myself for another week, with time to observe and to try understand their rhythm of life. On the second day walking around, I saw many villagers heading to the beach around 4 pm. They were collecting all different kinds of shellfish. Women, men and kids participate in this daily ritual. The people around saw my curiosity and spontaneously started to call me around when they found some of the most interesting local products, like sea cucumber, sea flower and baby lobsters. They taught me as they were teaching their kinds on those walks, with out the need of many words, but demanding attention, patience and observation.

This series put together daily scenes captured around the dry tides in Koh Libong.


Maré baixa em Koh Libong

Koh Libong é uma das poucas ilhas que ainda possuem a pesca como uma das principais fontes de renda da comunidade, ao lado do cultivo das seringueiras.  É claro que o turismo já é parte das suas vidas, porém muito menos comparando a outras ilhas, populares entre turistas na Tailândia. Também porque o turismo só toma o espaço durante a época da seca, pois durante as chuvas o mar é um pouco escuro, diferente ao que se espera das praias tailandesas.

Recentemente comecei o projeto de um novo filme, com essa receptiva comunidade muçulmana. Meu primeiro contato foi através de um grupo de chefs tailandeses que me ajudaram a conhecer alguns locais. Depois da rápida visita com o grupo regressei a ilha por mais uma semana, dessa vez sozinho e com tempo para observar e tentar entender o ritmo de vida local. No meu segundo dia caminhando pela vila de pescadores onde me hospedei na varanda de uma das casas, observei vários moradores indo para praia, caminhando a extensa faixa de areia deixada pela maré baixa, em direção ao mar, por volta das 16h. Eles coletavam diferentes tipos de mariscos e crustáceos.  Mulheres, homens e crianças participam desse ritual diário. As pessoas por ali, viram minha curiosidade e espontaneamente começaram a me chamar pra perto quando encontravam alguns dos “produtos” locais mais interessantes, como pepino do mar, flor do mar e filhotes de lagosta. Me ensinaram como ensinam aos seus filhos durante essas caminhadas, sem a necessidade de muitas palavras, mas demandando atenção, paciência e observação.

Esta série reune cenas cotidianas durante as marés baixas de Koh Libong

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto:
search previous next tag category expand menu location phone mail time cart zoom edit close